O óleo diesel é um combustível fóssil muito utilizado nos transporte de cargas, isso você já sabe. Mas será que ele é inflamável?

Mas agora vem uma curiosidade: você sabia que o óleo diesel é o produto derivado do petróleo com maior abundância?

É isso mesmo, ele é a fração em maior quantidade. Inclusive, no Brasil, é o combustível mais usado.

Há outras características e curiosidades importantes sobre o óleo diesel:

  • Quais são as suas aplicações?
  • Ele é um produto inflamável?
  • Como se obtém esse combustível?
  • Quais são os tipos de óleo?
  • A qualidade do óleo influencia na performance dos automotores?

Para saber tudo sobre esse assunto, acompanhe o nosso post!

O que é o óleo diesel?

O óleo diesel é um combustível de aspecto oleoso, composto principalmente por átomos de carbono e hidrogênio (hidrocarbonetos), e em baixas concentrações por enxofre, nitrogênio e oxigênio.

É um produto inflamável (pode ser queimado), medianamente tóxico, pouco volátil, límpido e com odor forte e característico.

tipos-de-óleo-diesel

Dentre os combustíveis, o óleo diesel é o mais usado no Brasil.

Vamos ver mais uma curiosidade?

O combustível recebeu este nome: óleo diesel, em homenagem ao engenheiro alemão, Rudolf Diesel, que inventou um meio mecânico para explorar a reação química originada da mistura de óleo e do oxigênio presente no ar, capaz de produzir uma forte explosão quando comprimida.

Essa reação passou a ser utilizada para gerar energia e movimentar máquinas e motores de grande porte como: automóveis de passeio, trator, ônibus, caminhões, locomotivas, navios, etc. Interessante, não é mesmo?

Como funciona a obtenção e a produção do óleo diesel?

Por ser um derivado direto do petróleo, a obtenção do óleo diesel ocorre pelo método de separação de misturas homogêneas denominado destilação fracionada (utilizado quando a mistura apresenta mais de um líquido, como o caso do petróleo).

Esse combustível é produzido a uma temperatura entre 220°C e 380°C.

Os outros componentes do petróleo são separados em outras faixas de ebulição, como o querosene, a gasolina, a parafina, entre outros.

O óleo diesel pode ser classificado de acordo com sua aplicação, nos seguintes tipos:

• Tipo “Metropolitano” (máximo de 0,05% de enxofre);
• Tipo “Interior” (máximo 0,2% de enxofre);
• Extra Diesel Aditivado;
• De Referência (também chamado diesel padrão).

Vamos entender melhor sobre cada um e suas aplicações?

óleo-diesel-é-inflamável

Óleo diesel Tipo “Metropolitano”

Utilizado nas regiões com as maiores frotas em circulação (capitais).

Por serem locais com maior volume de meio de transportes, é importante ter um controle das emissões de gases.

Possui menor índice de enxofre para minimizar os poluentes resultantes da combustão do óleo diesel.

Óleo diesel Tipo ‘’Interior’’

O óleo diesel Tipo “Interior” possui uma porcentagem maior de enxofre e é utilizado para as demais regiões do país.

Óleo Extra Diesel Aditivado

Como o própio nome já diz, contém aditivos com objetivo de manter limpo o sistema de alimentação de combustível, diminuir o desgaste dos bicos injetores, promover maior proteção anticorrosiva a todo o sistema de alimentação, além de aumentar a vida útil do motor.

Óleo Diesel de Referência

Esse tipo de óleo é desenvolvido especialmente para as companhias montadoras de veículos a diesel, que o utilizam como padrão para a homologação, ensaios de consumo, desempenho e teste de emissão.

Quais são as aplicações do óleo diesel?

No Brasil, a utilização do óleo diesel está muito direcionada para o transporte de cargas, principalmente os caminhões, já que grande parte da logística de distribuição de produtos pelo país é feita por rodovias.

De forma geral, o óleo diesel tem diversas aplicações nos setores rodoviário (utilizado em carros, ônibus e caminhões) e industrial (utilizado em geradores elétricos ou para manter o aquecimento em caldeiras).

Além disso, pequenas embarcações também fazem uso desse combustível.

Quais são os tipos de óleo diesel?

De acordo com a Agência Nacional de Petróleo (ANP), conforme a resolução nº 65, de 2011, definiu que dois tipos de óleo diesel podem ser comercializados para o uso em veículos. São eles:

  • Diesel tipo A: proveniente de processos de refino de petróleo sem a adição de biodiesel;
  • Diesel tipo B: é o diesel tipo A que recebe a adição de biodiesel;

A mesma resolução da ANP de 2011 ainda classifica esses combustíveis, de acordo com os níveis de enxofre que eles apresentam, em:

  • S10: diesel que apresenta 10 mg de enxofre por kg de óleo;
  • S50: diesel que apresenta 50 mg de enxofre por kg de óleo;
  • S500: diesel que apresenta 500 mg de enxofre por kg de óleo;
  • S1800: diesel que apresenta 1800 mg de enxofre por kg de óleo.

IMPORTANTE:

A partir de 2014, apenas o S10 e o S50 estão sendo comercializados, pois é necessário promover a redução dos níveis de gases de enxofre no ar.

óleo-diesel-é-inflamável

A qualidade do óleo diesel influencia na performance dos automotores?

O que muita gente não sabe sobre o óleo diesel é que existem fatores que podem prejudicar sua performance.

Tão importante quanto adquirir um produto de qualidade é utilizar bem.

E é sobre a qualidade e importância do óleo diesel que vamos abordar daqui pra frente.

Investigar a qualidade do combustível é essencial para que as suas frotas, caminhões ou ônibus tenham uma vida longa e operem sem desperdiçar combustível.

É fundamental avaliar muito bem cada item utilizado no veículo.

Eles podem desgastar mais as peças, gastar mais combustível e gerar diversos outros problemas.

Nesse caso, não é problema exagerar na atenção e no cuidado.

O óleo diesel deve estar limpo e isento de poeira, ferrugem, água e qualquer outro tipo de material.

Essas substâncias podem reduzir a vida útil dos filtros dos caminhões e ônibus ao longo do tempo.

Além da qualidade, fique atento aos preços.

Se surgir alguma oferta de óleo diesel por um preço muito abaixo do mercado, desconfie.

Quais são os benefícios do óleo diesel aditivado?

Além do óleo diesel comum, há outra opção no mercado: o óleo diesel aditivado.

A diferença é que este combustível apresenta em sua composição substâncias que melhoram o rendimento e conferem propriedades de proteção e limpeza para o sistema de alimentação do veículo, desde o tanque até os bicos injetores.

Há propriedades químicas neste combustível que ajudam a conservar a vida útil das peças, auxiliando na preservação e manutenção do motor, resultando em um melhor desempenho e garantindo maior durabilidade.

No que se refere a preços, o diesel aditivado geralmente tem valor mais alto que o diesel comum.

Entretanto, se preferir, existe a opção de comprar aditivo e misturar ao combustível, há uma grande variedade no mercado com valores bem acessíveis.

Bônus extra: 3 dicas de abastecimento

Agora que você já sabe da importância de escolher um óleo diesel de qualidade, é muito importante adotar algumas práticas para o abastecimento, são dicas simples que farão com que o consumo do veículo melhore.

Confira a seguir:

1. Analise o volume físico do diesel no recebimento do fornecedor

A densidade do diesel pode variar de acordo com a temperatura ambiente, isso pode provocar uma diferença entre o volume despachado e o recebido.

Fique atento!

2. Tente fazer compras combinadas

Comprar diferentes produtos do mesmo fornecedor é uma forma de ter poder de barganha e fazer boas negociações.

3. Programe os abastecimentos para o período da tarde ou noite

Para você entender melhor, quando a temperatura aumenta, o combustível se expande e a mesma massa ocupa um volume maior.

E quando esfria, suas moléculas ficam mais concentradas, ocupando menor espaço.

Assim, quanto mais massa tiver no tanque, mais quilômetros ele vai rodar.

preço-do-oleo-diesel

A redução dos desperdícios de diesel implica, basicamente, em usar de forma correta os recursos, são práticas certas que vão levar a uma redução significativa de combustível.

Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário. Se tiver alguma dúvida sobre esse assunto, entre em contato.